FEIMEC 2018 confirma confiança da INDÚSTRIA na RETOMADA do crescimento econômico

0

Os muitos negócios realizados durante o evento, de abril, mostraram que fabricantes dos mais diversos segmentos estão dispostos a investir em novas máquinas, equipamentos e tecnologia para atender o mercado com mais competitividade.

Consolidada como a maior feira do setor de máquinas e equipamentos da América Latina, a segunda edição da FEIMEC. Foram cinco dias de corredores e estandes cheios, muitos negócios realizados e oferta de conteúdo de alta qualidade em mais de 60 horas de seminários, workshops e palestras.

Para João Carlos Marchesan, presidente do Conselho de Administração da ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, o crescimento de quase 70% na área da FEIMEC de uma edição para outra e a grande quantidade de expositores – 460 empresas que representam quase 1.000 marcas nacionais e internacionais – foram um sinal inequívoco da pujança, confiança e perseverança dos empresários do setor.

“A indústria de máquinas e equipamentos está fazendo sua parte, investindo em tecnologia e capacitação. Agora, precisamos que o Governo também faça a parte dele e melhore o ambiente de negócios com as reformas e a redução do custo do investimento. O próximo presidente, quem quer que seja, precisa assumir uma política de Estado voltada para o futuro do Brasil”.

José Velloso, presidente-executivo da ABIMAQ, ressalta a importância da FEIMEC como propagadora do alto nível da indústria brasileira de máquinas e equipamentos.

“Vencemos a última fronteira da tecnologia. O Demonstrador de Manufatura Avançada que trouxemos para a feira é uma prova disso: foi desenvolvido em apenas três meses, com equipamentos e sistemas disponíveis no Brasil e acessíveis aos industriais de todos os segmentos. Esta terceira edição do Demonstrador foi mais compacta, mas muito mais avançada que as anteriores”, destaca Velloso.

Mais que isso, o dirigente ressalta que por toda a feira os visitantes puderam encontrar máquinas, equipamentos e soluções que atendem os conceitos da Indústria 4.0 e que vão ajudar a indústria brasileira a modernizar suas plantas para ganharem produtividade e se tornarem mais competitivas nos mercados interno e externo.

Na avaliação de Marco Basso, presidente da Informa Exhibitions, a segunda edição da FEIMEC representou a retomada da atividade industrial no Brasil ao superar todas as expectativas de visitação, negócios e oferta de conteúdo técnico. “O retorno que tivemos dos expositores foi extremamente positivo, e muitos se mostraram surpresos com a qualificação dos visitantes, a presença de compradores de todas as regiões e a quantidade de marcas nacionais e internacionais representadas na feira”.

Para colaborar com as exportações da indústria brasileira de bens de capital mecânicos, a FEIMEC abrigou mais uma vez a Rodada Internacional de Negócios, ação de promoção comercial organizada pela ABIMAQ e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Durante dois dias (25 e 26/Abril) foram realizadas 170 reuniões entre as 39 empresas brasileiras inscritas e 10 importadores convidados de 5 mercados estratégicos para a indústria brasileira de máquinas e equipamentos: África do Sul, Argentina, Chile, Peru e Rússia. As reuniões geraram negócios da ordem de US$ 9 milhões entre vendas imediatas e prospectadas para os próximos 12 meses.

De acordo com os organizadores, a expectativa de 40 mil visitantes foi amplamente superada. A feira recebeu estudantes, profissionais e compradores dos mais diferentes segmentos da indústria, como automóveis e autopeças, petroquímica, alimentos e bebidas, metalurgia, embalagem e rotulagem, construção e infraestrutura, e muitos outros.

A terceira edição da FEIMEC, em 2020, já está confirmada para os dias 5 a 9 de maio, no São Paulo Expo.

INOVAÇÃO

O Demonstrador de Manufatura Avançada citado por José Velloso, da ABIMAQ, foi um dos grandes destaques da FEIMEC 2018. Já no terceiro dia da feira, a visitação ao projeto havia superado a da segunda edição, na EXPOMAFE 2017, e a aprovação foi unânime. Isto porque o Demonstrador funcionou como um “laboratório aberto”, onde foram mostradas, na prática, 20 tecnologias integradoras de mais de 20 parceiros industriais.

Composto pela linha de produção propriamente dita, um cockpit com os sistemas de controle e gestão do processo produtivo e os clusters para apresentação das tecnologias empregadas, o Demonstrador de Manufatura Avançada da FEIMEC 2018 produziu centenas de porta-gadgets que podiam ser customizados pelos convidados.

Liderado pela ABIMAQ, o Demonstrador de Manufatura Avançada foi desenvolvido junto com empresas e realização técnica do SENAI. O projeto contou com o patrocínio do BNDES e das empresas Balluff, Beckhoff, Bosch Rexroth, Dassault Systemes, Furukawa, Informa Exhibitions, KUKA, Metal Work, PPI-Multitask, Prensas Schuler, Romi, Schneider, Sick, SKA e TOTVS.

Outro destaque da feira foi o Parque de Ideias, iniciativa pioneira que reuniu algumas das mais importantes instituições de ensino do País: FAAP, FEI, ITA, Instituto Mauá de Tecnologia, UFSC e USP. Todos os dias, o espaço esteve tomado por fabricantes, profissionais da indústria e estudantes, que acompanharam a ampla grade de palestras sobre inovação e puderam conhecer em primeira mão, nos estandes, os projetos dessas universidades para colaborar com o desenvolvimento da indústria.

PALAVRA DO EXPOSITOR

Maurício Lopes, gerente responsável pela comercialização de máquinas-ferramenta da ROMI no Brasil e coordenador da Comissão Organizadora da FEIMEC 2018, garante que o objetivo da feira foi alcançado e atendeu às expectativas dos expositores. Para ele, o diferencial desta edição esteve na parceria com os clientes: organizadores e expositores atuaram em conjunto até a concretização do evento. “Essa foi a nossa principal estratégia para promover um bom trabalho e atrair visitantes interessados em fechar negócios”, diz Lopes.  “A ideia é manter a estratégia para as próximas edições”.

Falando pela ROMI, patrocinadora da FEIMEC desde a primeira edição, Lopes diz que está otimista com o aquecimento do mercado e que as expectativas da empresa foram superadas. A Romi aproveitou a feira para lançar a Linha D de centros de usinagem vertical, cuja principal característica é proporcionar competitividade aos clientes. “O evento trouxe a resposta esperada no que diz respeito à comercialização dos produtos, relacionamento com o cliente e prospecção de novos contatos”. Também da Romi, o chefe de Marketing, Gerson Martins, disse que a FEIMEC se tornou referência no setor, e que a feira está consolidada e apta a atender o mercado.

Em sua participação na FEIMEC, a TRUMPF fechou negócios e deixou outros engatilhados. “Vimos que a economia está se recuperando e isso é super positivo”, disse João C. Visetti, diretor-presidente da empresa. Ele frisou que percebeu o interesse dos visitantes, que estavam na feira à procura de bons produtos e preços satisfatórios.

Para a SCHUNK, a FEIMEC foi de grande importância, principalmente por confirmar a melhora do mercado, com visitantes qualificados. “Nestes cinco dias de feira, discutimos grandes projetos e esperamos, com isso, colher os frutos do investimento feito no evento”, diz Mairon Anthero, diretor Administrativo da empresa. O executivo destaca a grande quantidade de visitantes com poder de decisão, tanto de grandes como de pequenas empresas. “O número de visitantes superou as nossas expectativas e o pavilhão atende perfeitamente nossa necessidade. Conseguimos mostrar nossos produtos para os clientes e de que forma atendemos e trabalhamos com a indústria. Sem dúvida nenhuma, a FEIMEC nos trará ótimos resultados até o final do ano”.

“Tivemos uma grande estreia na FEIMEC. O evento atraiu indústrias de todo o País e também do exterior interessadas em novidades para otimizar seus processos e garantir mais produtividade e economia”, ressalta Walter Strebinger, diretor da fabricante de especialidades químicas QUIMATIC TAPMATIC. “Além de gerar um reforço de vendas importante para a nossa expectativa de crescimento anual, a exposição nos permitiu trocar experiências com os visitantes, o que é sempre muito válido para o constante desenvolvimento técnico de nosso portfólio”.

A ESAB se mostrou positivamente surpreendida com sua participação na FEIMEC. Além dos bons negócios que fez, pelos quais a empresa sentiu o mercado mais otimista, a empresa destacou a organização do evento. Segundo Virgínia Soares, responsável pelo Marketing da empresa, “a diferença está no suporte ao expositor e no relacionamento com o visitante ao longo dos dias de exposição, graças ao trabalho de divulgação pré-evento”.

De acordo com Ennio Crispino, gerente de Vendas da EUROSTEC, o nível de visitação no estande da empresa superou a expectativa já no primeiro dia da FEIMEC 2018. “Foram fechadas vendas que estavam em andamento antes da feira, bem como outras novas aconteceram ao longo dos cinco dias”. Para Crispino, o pós-feira está sendo considerado muito importante para a empresa, em virtude das boas prospecções proporcionadas pela feira.

Ricardo Jorge Cruz, gerente geral de Projetos de Vendas da GROB, destacou o nível de visitação: “Ótimo, muitas novidades e negócios realizados desde o primeiro dia”. Ele diz que se surpreendeu com a quantidade de segmentos industriais presentes na feira, bem como com o emprenho do evento em estimular projetos de pesquisa e desenvolvimento.

“Foi a melhor feira para a Starrett dos últimos anos”, comemorou Felipe Fabrega Teixeira, gerente de Produtos da STARRETT. Segundo ele, a FEIMEC incentivou o poder de compra dos visitantes. “A Starrett fechou negócios com a venda de grandes máquinas e conseguiu contato com uma série de distribuidores potenciais”. Nas contas do gerente, nesta edição a empresa teve êxito de 15% a 20% nos negócios em comparação com diversas feiras anteriores.

A SEW EURODRIVE aproveitou o evento para fixar a sua marca no mercado. Celso Santos Fonseca, gerente regional de Vendas, se mostrou bastante satisfeito com o nível de visitação em seu estande, pois acredita que só assim os negócios acontecem. Para a empresa, o objetivo foi iniciar a negociação com o cliente, dando continuidade após o evento. “A SEW atingiu o resultado esperado, portanto a FEIMEC já pode contar com nossa participação na próxima edição”.

Para Ricardo Braghittoni, gerente de Vendas da STÄUBLI, o ponto alto da participação da empresa na FEIMEC 2018 foram as vendas dos robôs. “Os negócios foram melhorando a cada dia que passava”. A participação de estudantes no evento também chamou a atenção do gerente, que elogiou a parceria entre a feira e Senai.

A PRENSAS SCHULER considera importante estar em uma feira técnica como a FEIMEC para viabilizar o relacionamento com clientes importantes, já que a empresa fecha negócios e trabalha sob encomenda. Segundo a assistente executiva de Marketing Patricia Martins, a divulgação é o principal objetivo da companhia ao participar do evento. “Foi possível mostrar novas tecnologias na feira, o que ajuda no desempenho dos negócios, já que a demanda é o que move a linha de produção da Prensas Schuler”.

“Full Time” foi o termo usado por Agnes Gedrat, administradora de Vendas e Marketing da HELLER, para descrever o movimento no estante da empresa na feira. A Heller recebeu a visita de clientes potenciais, universitários interessados nas tecnologias da empresa e realizou grandes negócios. Segundo Agnes, a expectativa foi superada tanto em vendas quanto em relacionamento.

Um aumento de 30% a 40% nas vendas foi o que a TECNIGRAV conquistou na FEIMEC 2018. Rodrigo Mello, técnico em Vendas, registrou o contentamento da empresa com a feira, principalmente no que diz respeito ao público. “Foi essencial a divulgação pré-feira, de modo que trouxe o cliente até o estande e levou ao fechamento dos negócios”.

A ABB se surpreendeu com a FEIMEC desde o primeiro dia. Com 10% de crescimento nas vendas durante a feira, a empresa considera que o suporte e organização foram primordiais para o sucesso dos expositores. “A Feimec se consolidou como a melhor das feiras do setor “, disse Jessica Pires, assistente de Marketing da ABB.

Também marcando presença na Feimec 2018, a JUNKER se mostrou satisfeita, principalmente pelos bons contatos que fez. Dirk Huber, diretor do grupo Junker no Brasil, destacou que a maioria dos visitantes era tomadora de decisão. “Iniciamos uma negociação e vendemos a máquina no mesmo dia, o que é sinal de sucesso e satisfação”.

Sobre a participação da CTS (Tecnologias e Serviços de Compressão de Ar) do Grupo Ingersol, Fabio Narahara, líder de Marketing na América Latina para tecnologias e serviços de compressão, ficou surpreso com o movimento tanto de pessoas e oportunidades, quanto nos negócios fechados. “A empresa já planeja estar na próxima edição da feira”. Raquel Antonio, especialista de Marketing, avaliou que o grupo teve o retorno esperado de todo o seu investimento na FEIMEC, que mostrou, além de tudo, um reaquecimento do setor.

Para a ARO (Gerenciamento de Fluidos), também do Grupo Ingersoll, “a Feimec 2018 foi extremamente positiva”, nas palavras de Cristian Drewes, diretor de Vendas. O executivo destacou a quantidade e qualidade do público, que se mostrou interessado nos produtos. Ainda segundo o diretor, foram geradas oportunidades significativas de negócios nesta edição.

Empresas em DESTAQUE

SCHIOPPA

Está cheia de novidades para movimentar o mercado e fazer o seu negócio girar mais rápido estacará suas mais importantes novidades:

SchioppaO FREIO FPD pensado ergonomicamente, é um item de segurança para evitar acidentes com equipamentos. É feito em aço e possui dois pedais, um para travar e outro para destravar, exercendo uma pressão na banda de rodagem e trava a roda do rodízio. O Freio Pedal Duplo FPD está disponível nas séries Média e Pesada.

A série GMW 316 foi projetada com chapa 3/16 e acabamento em zinco para suportar 500 kg por rodízio e possui altura total de 102 mm. Considerado um “baixinho robusto”, é uma solução para suportar altas cargas com restrição de altura, como cofres, caixas eletrônicos, servidores, equipamentos hospitalares, móveis, etc.

A série Aluminium possui rodas com núcleo de Alumínio revestidas em Poliuretano que garantem maior resistência à oxidação, umidade, produtos químicos e abrasão. Tem variação de diâmetro de 3” a 8”, larguras de 1. ¼” até 2” e suportam cargas de 200 kg a 700 kg. São montadas em diversos tipos de garfos, não danificam piso, rolam com facilidade e baixo esforço.

Acesse: www.schioppa.com.br

LANÇAMENTOS DA ANDORINHA PARA FEIMEC 2018

Linha de Máquinas de Serra de Fita com exclusivo aplicativo MECHALOGIX COSEN.

Com o exclusivo aplicativo MECHALOGIX COSEN, as máquinas da linha NC e CNC, operam sem improvisos ou risco de erro do operador. Além disso, proporciona cortar materiais rígidos mais rápido e prolonga a vida útil da lâmina. O aplicativo MECHALOGIX COSEN permite que você acompanhe remoto o desempenho das lâminas e corte com avanço e velocidade recomendados, além de armazenar os parâmetros de corte favoritos. Para completar essa novidade, a linha NC e CNC COSEN continuam com a opção do sistema COSEN V_Drive que atua em harmonia para eliminar vibrações no processo de corte o que resulta em um desempenho inigualável.

Linha de Máquinas de Serra Circular Kentai.

A Andorinha passa a trazer com exclusividade no Brasil a nova linha de máquinas de serra circular Kentai.

A Kentai está presente nas maiores montadoras, autopeças, forjarias e formadoras de tubos do mundo e vem para compor o portfólio da Andorinha em equipamentos para corte de metais. Com modelos automáticos, com capacidade de corte de 70 a 260 mm, proporciona alto desempenho, velocidade e precisão do corte, além da durabilidade dos discos. Possui acionamento do servo-motor com transmissão do avanço por fuso de esferas.

A Kentai possui vários modelos premiados pelo conceituado “Taiwan Excellence” e toda a linha possui magazines de alimentação compostos por carenagem que protege e fornece total segurança ao operador.

Completa suas características, painel com sistema touchscreen em português e possibilidade de trabalhar com discos de Cermet, Metal Duro (TCT) ou Aço Rápido (HSS). Mais informações, andorinhabr.com ou 0800 7714447.

Acesse: www. andorinhabr.com

FRONIUS

A multinacional austríaca Fronius, líder em tecnologia nos setores atuantes (carregadores de bateria, energia solar e solda), soluções modernas que prometem revolucionar o mercado. “Esperamos grandes negócios neste evento. Nossa meta para o ano de 2018 é crescer 20% em solda. Será um grande desafio, mas nossa área de atuação é ampla e há grandes oportunidades para aumentarmos nossa participação no mercado. Nossas tecnologias atendem às necessidades do segmento metal mecânica, que abrangem o setor automobilístico, geração de energia, óleo e gás, açúcar e álcool, entre outros”, explica Cláudio Sá, gerente da Unidade de Negócios de Solda.

Sistema interativo

Ao visualizar a necessidade do mercado, através da Indústria 4.0, a Fronius traz o WeldCube – uma solução de software para gerenciamento de dados durante a operação de soldagem. Esta aplicação é baseada em navegador e permite que todos os dados relevantes em todos os dispositivos (design responsivo) sejam avaliados e analisados da maneira mais fácil possível. Uma solução para todo o portfólio de produtos da Fronius.

O Flextrack 45 é ideal para operações universais.  Por ter um sistema compacto, suas aplicações podem ser tanto na horizontal como na vertical. Atende até três tipos trilhos e pode ser aplicado em indústrias onde são comuns diferentes tipos de superfícies combinando com qualquer configuração.  O processo de montagem/desmontagem é super-rápido e fácil. Para facilitar seu uso, o Flextrack 45 é manipulado somente por controle remoto.

O suporte magnético permite que o controle remoto possa ser fixado em qualquer superfície que seja magnética, até mesmo no próprio sistema móvel. Uma alteração não intencional dos parâmetros é minimizada graças a uma trava de segurança dos botões giratórios. Para prevenir quedas acidentais, o equipamento é protegido por duas alças de projeção que evitam que os botões entrem em contato com o solo.

Já com o novo sistema de soldagem TPS/i CMT, a líder em tecnologia Fronius combina as funções inteligentes da sua plataforma atual de aparelhos com as vantagens do processo de soldagem mais estável. O processo de soldagem CMT reduz visivelmente a aplicação de calor em comparação a outros métodos de soldagem MIG/MAG. O resultado é uma passagem de matéria prima livre de respingos e, assim, resultados ideais de soldagem. O processo oferece ainda mais vantagens na união de materiais diferentes, por exemplo, aço e alumínio, bem como em uniões de chapas finas. Em combinação com a fonte de solda inteligente TPS/i, surgem ainda áreas de aplicação mais abrangentes: diversas possibilidades de ajuste, por exemplo, permitem regular a aplicação de calor na soldagem de maneira mais precisa, bem como otimizar a capacidade de ponte e o perfil de queima.

Acesse: www.fronius.com/en

BIKE MACHINERY S.R.L.

Produzione Macchine Speciali

Via delle Groane, 11 – 24060 BAGNATICA (BG) – ITALY

A Bike Machinery projeta, desenvolve e produz máquinas e linhas completes para o processo de tubo.

Desenvolvemos células compatíveis para produção e mescal como as transfers, bem como máquinas próprias para usinagens específicas.

Devido a esta flexibilidade em nosso conceito, apresentamos mais de 100 tipos diferentes de Máquinas padronizadas e comercializadas em todo o mundo. Estas Máquinas abrangem uma vasta gama de aplicações: do setor automotivo ao setor de Bicicletas e motocicletas, de unidades de aquecimento a acessórios para o setor de moveleiro industrial como escadas, cadeiras, mesas e outros.

Tecnologia de ponta, experiência e precisão proporcionam nova geração de equipamentos especiais.

A Bike Machinery com seu know how e experiência sempre estuda novos meios de attender às diferentes necessidades do Mercado e os controles de qualidade e excelência asseguram produtos confiáveis e duráveis.

Acesse: www.bikemachinery.it

 B. GROB DO BRASIL

Traz suas mais recentes novidades em tecnologia de ponta, sistemas integrados de produção e eletromobilidade.

Precisão, produtividade e praticidade.

Dentre as inovações apresentadas, destaca-se o lançamento da segunda geração do centro de usinagem universal G350. Por meio de seu conceito de máquina único, os centros de usinagem universais 5 eixos oferecem possibilidades quase ilimitadas para o fresamento de peças de vários materiais de diferentes segmentos da indústria. Seja para o segmento aeroespacial, de engenharia mecânica, moldes e matrizes, automotivo ou tecnologia médica, as máquinas universais GROB são projetadas para atender as diferentes exigências dos setores industriais.

A atualização da G350, lançada recentemente na Alemanha, chega ao Brasil marcando o que há de mais inovador em ganho de produtividade, facilidade de manuseio, precisão e design compacto. A indústria não ganha apenas mais espaço na fábrica – o comprimento da nova máquina reduziu de 2.450mm para 2.000mm – como também maior capacidade de armazenamento de ferramentas no magazine (de 40 para 60) e ganho de produtividade com a redução do tempo de cavaco a cavaco de 4 para 2,7 segundos. Além disso, o operador consegue acessar a porta da área de trabalho, o painel de comando CNC e a porta de acesso ao magazine de ferramentas no mesmo lado da máquina, evitando grandes deslocamentos e trazendo mais praticidade à operação.

Novas tecnologias e soluções integradas

Alinhada ao futuro e às novas tendências do mercado automotivo, a GROB-WERKE tem se preparado para acompanhar as mudanças no mercado automotivo e principalmente as transformações da indústria em relação à manufatura avançada e processos conectados. A B. GROB do Brasil apresenta na FEIMEC 2018 suas ações de novas tecnologias, onde o visitante poderá conferir as melhorias e avanços que a empresa tem adotado mundialmente para se adequar à indústria do futuro.

Em relação à E-mobility, o Grupo GROB deu seu pontapé inicial em 2016 com a aquisição da empresa italiana DMG Meccanica, especializada na produção de máquinas e sistemas para a fabricação de estatores e motores elétricos. Desde então, a GROB tem trabalhado para desenvolver máquinas e processos voltados à produção de motores elétricos e destinou um segmento de sua empresa especialmente para este assunto.

Ainda sobre o futuro da mobilidade, A B. GROB do Brasil também aborda sua linha de máquinas 500F/600F especialmente projetadas para a melhor remoção de cavacos e a alta dinâmica da máquina para usinagem dos componentes estruturais do quadro e das caixas de bateria.

Outro grande destaque tecnológico da B. GROB do Brasil na feira é o GROBNET4Industry. Um sistema de manufatura que promove a transparência e conectividade ao longo de todo o processo de produção. Seus módulos (aplicativos) podem ser combinados e customizados, garantindo a solução ideal para cada aplicação específica, formando a base para os requisitos da Indústria 4.0 de uma forma flexível e produtiva. Desde o planejamento, o monitoramento e a análise de produção à visualização do processo de usinagem do produto, solicitações de Service e manutenção, todas as áreas de produção estão integradas.

Em relação à assistência técnica, a B. GROB do Brasil apresenta seu catálogo online de peças, o Vende-se Peças, no qual o cliente consegue verificar de forma rápida e fácil a disponibilidade de peças de reposição e de desgaste, novas, requeridas em equipamentos usados e fora de linha de produção. Além disso, esclarece a crescente importância do “retrofitting” – método que trata de reforma, modificação e retrofit de máquinas.

Acesse: www. grobgroup.com/home/ 

GRUPO JUNKER

Para Dirk Huber, as indústrias entenderam que precisam modernizar-se para não fechar as portas.

O Grupo JUNKER se destacou na FEIMEC – Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos, apresentandoem seu moderno e amplo estande os principais produtos de sua linha de fabricação, entre eles os diversos modelos de exaustores eletrostáticos de névoa e de emulsão da marca LTA e a consagrada retificadora cilíndrica CNC Numerika G800 Plus da ZEMA.

Anfitrião de um estande movimentado e concorrido, Dirk Huber, diretor do Grupo no Brasil, garantiu presença de visitantes de qualidade entre eles diretores, gerentes e os principais responsáveis pela tomada de decisão na compra dos produtos.

Dirk comemorou a venda da retificadora Zema CNC série Futura modelo E400 que permite a retificação de perfis e de cones com interpolação ou com inclinação da mesa. “Todo o processo da venda foi conduzido e realizado durante a feira, desde a apresentação da máquina até o fechamento de negócio”, comenta Dirk, otimista muito mais com a possibilidade de outros negócios futuros em contatos decorrentes da feira.

Para o diretor do Grupo JUNKER, a economia conseguiu se desapegar da política, o que pode ter influenciado, também, no bom desempenho da feira. “Esse movimento começou no final do segundo semestre de 2017, quando as empresas menores perceberam que não podiam ficar para trás. Ou investiam ou fechavam a porta”, diz.

Dirk garante que está muito satisfeito com os resultadosda FEIMEC: “Se compararmos os dias atuais e de um ano atrás, hoje estou bem mais tranquilo e satisfeito”, afirma, antecipando que a JUNKER trará novidades para o mercado brasileiro no segundo semestre de 2018.

Acesse: www. junker-group.com/pt/empresas/junker/

UPS ABORDOU NA FEIMEC O PAPEL DO OPERADOR LOGÍSTICO PARA A INDÚSTRIA MANUFATUREIRA

No processo de retomada da economia brasileira, é essencial promover a discussão sobre soluções que tragam mais eficiência para sustentar a indústria manufatureira, que fomenta o crescimento de outras indústrias. Para 2018, a expectativa da CNI (Confederação Nacional da Indústria) é que a capacidade produtiva da indústria manufatureira cresça 3%, taxa superior ao crescimento da economia.

A indústria manufatureira fomenta o setor logístico no Brasil. Representa 44% do total do mercado brasileiro de importações no modal aéreo, 45% das exportações no modal marítimo e é o principal segmento de entregas expressas, via courier, com 23%, segundo dados da consultoria Seabury, da Accenture. Cientes dessa realidade, a UPS discutiu as principais necessidades logísticas das empresas dessa indústria, como a agilidade e eficiência, visibilidade de dados precisos no momento certo e a diminuição do tempo gasto no rastreamento de pacotes e cargas.

Acesse: www.ups.com / www.pressroom.ups.com

MARPOSS

O OptoFlash é o último lançamento da Marposs que vem adicionar aos seus sistemas de medição óptica. Projetado para eixos de pequeno porte, fixadores e implantes dentários, o OptoFlash é a solução perfeita para um controle  de qualidade preciso tanto no laboratório como no ambiente de produção.

Acesse: www.marposs.com/fre/

UNIVERSAL ROBOTS

Solda Colaborativa

Apresentamos in loco, uma célula de solda utilizando o robô colaborativo da UNIVERSAL ROBOTS, nossa principal aplicação durante o evento.

Demonstramos durante os dias de feira, o quão fácil de torna uma operação de solda com a aplicação do robô, a facilidade e rapidez em realizar o setup.

Veja o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=sZKh5vknz1I&t=15s

APLICAÇÃO DE GARRAS NA MANIPULAÇÃO COM OS ROBÔS UR

Tivemos dois robôs colaborativos utilizando garras que realizam manipulação de componentes em diversos eixos.

Com os dois robôs, demonstramos que eles podem trabalhar de maneira individual ou mesmo em simultâneo, ou seja, um colaborando com o outro em um posto de trabalho.

As garras acopladas são acessórios onde são homologadas pela UR, com diversas configurações disponíveis.

APLICAÇÃO DE GARRAS E CÂMERA DE POSIÇÃO E IDENTIFICAÇÃO

Demonstramos as condições de identificação física da peça no espaço, assim como reconhecimento do item para a manipulação, empilhamento, entre outras funcionalidades.

Pudemos demonstrar, além da facilidade de setup, como é possível a aplicação do robô UR em postos de trabalho onde pode-se manipular vários produtos e componentes no mesmo processo ou ambiente.

PARAFUSAMENTO UTILIZANDO ROBÔ COLABORATIVO

Demonstramos a aplicação do robô colaborativo com a acoplagem de dispositivo auxiliar de parafusamento.

MANIPULAÇÃO COM O USO DE VÁCUO

Acoplamos dispositivo junto ao robô para a manipulação de caixas, através da pega com ventosas, recomendado para movimentação, embalagem, ou mesmo paletização.

Acesse: www.universal-robots.com/pt/

NOVIDADES DA ELIPSE SÃO EXPOSTAS NA FEIMEC

Plataforma que faz a gestão e controle da manufatura integrada a robôs colaborativos foi apresentada no estande da Universal Robots.

Nos dias 24 a 28 de abril, a Elipse Software, líder nacional no desenvolvimento de soluções para o gerenciamento de processos, participou da FEIMEC 2018 – Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos. Ao longo da feira, realizada no São Paulo Expo, a Elipse apresentou duas novidades no estande da Universal Robots, empresa especializada na criação de robôs colaborativos.

A primeira delas foi o Elipse F4, solução desenvolvida para a área de manufatura. Uma vez integrado a robôs colaborativos, o novo software permite executar o planejamento, programação e controle da produção e materiais em tempo real. A ideia do Elipse F4 é evoluir desde o planejamento e previsão da demanda até a gestão correta de insumos e matéria-prima, organizando o processo fabril e a cadeia de suprimentos, tornando-se o coração da manufatura.

Gustavo Salomão, Gerente da Elipse-SP, exibindo o F4 em diferentes plataformas na feira (Foto: C&I).

Outra novidade apresentada pela empresa na feira foi o EPM Portal. Através dele, o usuário pode exibir e acompanhar indicadores de processos de forma clara, objetiva e em tempo real, direto no seu navegador de internet. Concebida para facilitar a tomada de decisões, a nova tecnologia da Elipse conta com uma interface simples e intuitiva, que possibilita criar dashboards com mais agilidade e segurança, sendo a ferramenta ideal para quem busca aliar mobilidade à segurança na democratização da informação.

Número que agradou o gerente da Elipse-SP, Gustavo Salomão, feliz com a participação da empresa no encontro.

“A feira foi muito boa. Acho que conseguimos entender e atingir o público do segmento de manufatura. Vamos colher bons frutos dessa parceria, mostrando a interação de nossa ferramenta com os cobots”, disse ele referindo-se à parceria com a Universal Robots.

Acesse: www.elipse.com.br

STARRETT INVESTE MAIS DE R$ 50 MILHÕES EM SUA FÁBRICA NO BRASIL

A Starrett, uma das maiores fabricantes de ferramentas do mundo, está investindo mais de R$ 50 milhões em sua fábrica instalada em Itu, no interior de São Paulo, para suprir a demanda do mercado brasileiro e Latino Americano que, segunda a empresa, voltará a crescer nos próximos anos.

A operação faz parte de uma estratégia mundial da Starrett que, para tornar a marca ainda mais competitiva globalmente, optou em investir no Brasil, tornando a fábrica no País a responsável por fornecer diretamente toda a linha de aços bi-metais e algumas linhas de serras da marca para Centros de Distribuição espalhados pelo mundo e para outras plantas do L. S. Starrett Co.. Com isso, a planta brasileira será umas das mais importantes da companhia, cuja matriz está nos EUA.

“A Starrett do Brasil foi a responsável pelo desenvolvimento do aço Bi-metal Unique, matéria-prima que compõe as serras com a nossa marca. Essa também foi uma das razões que levou a empresa a optar por esta estratégia”, afirma o presidente da Starrett Brasil, Salvador de Camargo Junior.

Com a nova estratégia da companhia, toda a inteligência e produção do Bi-Metal ficará no Brasil. “Estamos aumentado nossa área industrial e nossa mão-de-obra”, avisa Camargo. A Starrett prevê aumentar em 10% o número de colaboradores no Brasil em razão desta movimentação.

As serras da Starrett são produzidas com aço Bi-Metal Unique desde 2006. A tecnologia, desenvolvida pela própria empresa, representou a principal evolução nos sistemas de corte dos últimos 40 anos e é sinônimo de tecnologia de ponta na produção de matéria-prima para fabricação de serras.

Atualmente, a Starrett do Brasil representa cerca de 25% do faturamento do Grupo Starrett no mundo, e detém em média mais de 30% de marketshare em suas linhas de serras no País.

Acesse: www.starrett.com.br 

PRALANA IND. E COM. LTDA.

Somos tradicionais fabricantes de feltros industriais 100% lã de ovelha, que atendem as mais diversas necessidades da indústria.

Feltros em mantas, rolos, discos polimento, pontas montadas e peças cortadas / usinadas de acordo com cada necessidade, de uma forma geral nas aplicações:

Fnti ruídos, aneis isolantes, isoladores, revestimento acústico, abafadores, amortecedores, abafadores de chapa, gaxetas, retentores de óleo, buchas, espaçadores, juntas, lubrificantes, forrações, polimento, prensas de curtume entre outros.

Somos uma empresa certificada ISO 9001.

Nossa equipe de vendas esta a disposição aguardando sua consulta.

Acesse: www.feltrospralana.com.br

WFL MILLTURN TECHNOLOGIES

WFL é o único fabricante em todo o mundo que se concentra exclusivamente na produção de centros de torneamento completos multifuncionais. Atualmente em muitas empresas de alta tecnologia, o nome comercial MILLTURN representa a ferramenta central para a produção de componentes complexos com a mais alta precisão.

O design modular dos centros MILLTURN e soluções especiais garantem uma adaptação perfeita para a tarefa de fabricação relevante.

Com a MILLTURN, os clientes não estão comprando somente uma máquina CNC que satisfaça as demandas elevadas para a qualidade e a precisão, eles igualmente estão ganhando uma vantagem competitiva imbatível. Com 30 anos de experiência em usinagem completa e milhares de soluções que garantem com que os clientes WFL terão máquinas mais eficientes e confiáveis.

Acesse: www.wfl.at/pt

TYROLIT POWER

Lançamento da TYROLIT proporciona significativo aumento de produtividade e redução de custo nos processos de acabamento superficial.

Entre as várias novidades que a TYROLIT, uma das maiores fabricantes de ferramentas abrasivas e superabrasivas do mundo, levará para a FEIMEC 2018 está o revolucionário TYROLIT Power, um processo inovador para o acabamento de superfícies e revestimentos com elevado grau de dureza e aplicação nos mais diversos setores industriais, tais como fabricantes de pás para turbinas eólicas, construção naval, indústria aeroespacial e também fabricantes de moldes para materiais compósitos.

O TYROLIT Power é uma combinação de fios naturais escovados suportados por uma manta com camada diamantada que permite um acabamento superficial controlado e uniforme de forma muito mais rápida e eficiente, substituindo as lixadeiras convencionais de ação dupla e garantindo significativos ganhos de produtividade e redução de custo.

“Ele opera quatro vezes mais rápido e diminui o esforço de trabalho em 75%, garantindo máxima eficiência econômica. Por ser um processo isento de vibração, o TYROLIT Power evitanda o risco de ocorrência da síndrome de Raynaud (dedo branco), doença muito comum em operadores que fazem uso de lixadeiras convencionais por longos períodos de tempo”, explica Eduardo Saltini, SBU1/Trade Manager da TYROLIT do Brasil.

As tiras de lixa TYROLIT Power estão disponíveis para máquinas manuais com comprimentos de 100 mm e 200 mm e também para máquinas automatizadas em comprimentos específicos conforme necessidade do cliente. Granulações disponíveis: 80, 120, 180, 240, 320 e 500.

Acesse: www.tyrolit.com.br

SIMCO

Em nosso espaço você poderá conferir máquinas como a Feeler VFP1000A e a injetora LOG130 M6.

Nosso mais novo lançamento, a Euron Smart Mill e a injetora LOG210 M6.

Além disso, a SIMCO, lançara sua nova marca.

Acesse: www.simcomaq.com.br

STARRETT LANÇA NA FEIMEC NOVA MODALIDADE DE NEGÓCIO, COM SERVIÇO DE CORTE E MEDIÇÃO

Além dos produtos já reconhecidos no mercado, a empresa passa a oferecer o serviço de corte e medição, com a solução completa.

“A nossa proposta é que as empresas deixem o corte e a medição das suas matérias-primas para serem feitos pela Starrett para poderem focar no seu núcleo de negócios. Entregaremos o produto pronto, feito sob medida para a necessidade do cliente”, explica o gerente de produto, Felipe Fábrega.

A solução completa engloba seis itens: robô, máquina, insumos, serra, medição e mão de obra direta, que pode ser da empresa contratante ou da própria Starrett. No entanto, o sistema é modular e a empresa pode utilizar apenas algumas partes, e alterná-las, de acordo com a sua necessidade e complexidade do seu sistema.

“O fato da Starrett, que é uma empresa tradicional na fabricação de serras, máquinas e instrumentos de medição, entregar toda essa solução pronta, mais o know how, a mão de obra especializada, e ainda robotizar e automatizar o sistema, a posiciona num patamar onde ninguém mais está. Uma empresa que precisa dessa solução tem que buscar diversos fornecedores para formar a sua estrutura e o que estamos oferecendo é entregar tudo pronto e feito sob medida”, afirma Fábrega.

A principal vantagem do sistema, que pode operar in loco ou no espaço físico da Starrett, está na redução de custos, sejam eles operacionais, de treinamento e manutenção. Igualmente relevante é a questão da segurança, já que os projetos estarão em conformidade com todas as normas regulamentadoras como NR10, NR12 e NR17 – além dos ganhos em agilidade, flexibilidade, mão de obra especializada, menor tempo de entrega,  consultoria técnica disponível e ainda a transferência de um custo fixo para variável.

“A solução de automação do corte é feita de forma customizada para cada cliente. O investimento conta com todo o nosso suporte desde o projeto até a entrega do sistema funcionando”, ressalta Reinaldo Dias Baptista, diretor industrial da Starrett.

Indústria 4.0

A automação é um dos pilares da Indústria 4.0, conceito que engloba as principais inovações tecnológicas dos campos de automação, controle e tecnologia da informação, aplicadas aos processos de manufatura. O objetivo é que os processos de produção se tornem cada vez mais eficientes, autônomos e customizáveis.

Acesse: www.starrett.com.br

WEG APRESENTA NOVA LINHA DE SOFT-STARTERS SSW900

Desenvolvidas para partida e parada suave de motores de indução trifásicos através do controle da tensão, as soft-starters são acionamentos indispensáveis para o aumento da eficiência nas indústrias. Pensando nisso, a WEG lança a SSW900, sua nova linha de soft-starters.

Além de realizar o controle da partida, parada e fornecer proteção total aos motores elétricos, a SSW900 traz ainda uma inédita experiência de interatividade com o usuário, pois oferece opções ágeis e simples de ajustes de configurações, e permite acesso fácil aos dados da aplicação, através de sua interface gráfica baseada em uma estrutura de menus. O produto conta ainda com um teclado prático e inovador com ajuda online, para auxiliar o usuário a qualquer momento.

Além de ser mais uma solução WEG para acionamento de motores elétricos, a SSW900 traz benefícios para a aplicação, como economia de energia elétrica, maior proteção e aumento da durabilidade do motor elétrico. Isso porque o equipamento conta com by-pass incorporado, que contribui para o aumento da vida útil do acionamento, otimização da instalação elétrica e menor dissipação de calor.

O lançamento também oferece diagnósticos e histórico de falhas, e registro de eventos com data e hora e interfaces para comunicação em rede, otimizando os processos produtivos.

Outro destaque é que a linha é beneficiada pela Lei de Informática, que assegura incentivos fiscais para Pesquisa e Desenvolvimento de Inovação Tecnológica. Dessa forma, o IPI de apenas 3% aplicado à SSW900 é mais um ótimo custo-benefício da linha.

Acesse: www.weg.net

IPIRANGA LUBRIFICANTES

Apresentando a linha de lubrificantes Industriais da marca e a sua extensa gama de aplicações capaz de aumentar a performance e reduzir custos de manutenção. Com destaque, estará exposta a linha Ipiranga Ultratech de lubrificantes especiais, com tecnologia reconhecida pelos maiores fabricantes de equipamentos. Essa é a segunda vez que a Ipiranga participa da FEIMEC.

KUKA ROBOTER DO BRASIL

A KUKA apresentou seis robôs de diferentes portes, totalmente preparados para interagir com o público. “Teremos robôs que vão mostrar sincronismo de movimentação, com imagens de telas de led. Além disso, teremos um robô que fará entrega de brindes surpresas, por meio de um joystick que o próprio visitante irá manipular para pegar o brinde que será colocado pelo robô em um dispenser (como uma máquina pega brinde). Ai dependerá da habilidade da pessoa para manipular o robô com o joystick para ganhar, ou não, o brinde”, revela o presidente da KUKA Roboter do Brasil, Edouard Mekhalian.

A empresa ainda vai mostrar toda a força de pós venda, conforme conta a responsável de marketing da KUKA, Tania Davila. “Teremos colegas de customer services que irão prestar atendimentos, tanto de treinamentos, de peças de reposição, de contratos de manutenção, entre outros. E também teremos bastante apoio técnico durante a feira”, diz.

Acesse: www. kuka.com/pt-br/sobre-a-kuka

 SOMA SUL APRESENTA SOLUÇÕES PARA A INDÚSTRIA 4.0 NA FEIMEC 2018

Empresa leva produto destinado às marcações. Portátil e de alta durabilidade, gravadora é utilizada nas marcações nas armas da Polícia Militar.

A Soma Sul, distribuidora de soluções industriais, aproveita a Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos (FEIMEC 2018) para apresentar os produtos destinados à marcação permanente da marca Technomark e os sistemas de visão e leitores de códigos da Cognex.

Para o evento a sensação será a gravadora por micropuncionamento Technomark modelo Multi4 Mini. “Ela possui uma janela de marcação de 30x60mm e destaca-se pela sua leveza, com apenas 2,3kg de peso”, avalia Gilberto Inácio Dick, gerente comercial da Soma Sul.

O design compacto e a leveza do equipamento tornam o Multi4 Mini ideal para marcação em modo portátil para peças especiais, pesadas e difíceis de alcançar. Sua forma ergonômica garante uma distribuição de peso para um manuseio mais fácil.

“Prática e funcional, o produto facilita o acesso a áreas reduzidas e permite novas posições de marcação, sendo estas de alta qualidade e durabilidade. Inclusive já foi utilizado para marcações de armas da Polícia Militar”, exemplifica Dick.

Acesse: www.somasul.com.br

BOSCH REXROTH

Mostra na FEIMEC 2018 como transformar máquinas antigas em equipamentos da Indústria 4.0, o conceito de Hidráulica Conectada, soluções com Inteligência Artificial e muito mais! Pode uma máquina criada na metade do século passado se tornar compatível com os modernos recursos da indústria 4.0? Parece improvável, certo? Não para a Bosch Rexroth. A multinacional alemã oferece aos clientes o serviço de Smart Retrofit, que moderniza equipamentos antigos por meio de suas tecnologias e softwares, fazendo com que fábricas fiquem mais competitivas, produtivas e menos custosas. A solução será apresentada na FEIMEC 2018 – Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos –, que acontece entre 24 e 28 de abril, na capital paulista. Confira esse e outros destaques do estande.

Smart Retrofit

Através do conceito de retrofit inteligente, os especialistas da Bosch Rexroth ensinarão em 2 sessões por dia como transformar máquinas antigas em equipamentos conectados em apenas 10 minutos! Para demonstrar como funciona o serviço, a Rexroth levará um torno mecânico da década de 50 para o seu estande no evento. Equipado com sensores e tecnologia IoT Gateway, ele será capaz de gerar e transmitir dados para a nuvem que podem ser acessados de qualquer lugar via internet. A alternativa é ideal para indústrias que buscam conectividade, mas não querem realizar um alto investimento para substituir seu maquinário antigo.

Connected Hydraulics

A Hidráulica Conectada utiliza o poder e a inteligência da avançada tecnologia da Bosch Rexroth para romper barreiras e limites, definindo uma nova referência para desempenho, funcionalidade e vida útil de maquinários. Dentro desse contexto, e por meio de uma tela touchscreen, o visitante poderá interagir com um aplicativo que apresenta a variedade de tecnologias que atendem todos os requisitos da Indústria 4.0.

Um dos destaques será a CytroPac, uma unidade hidráulica responsável por controlar pressão, temperatura e vazão de óleo de uma máquina. Desenvolvida para e sob o conceito de conectividade, a unidade pode ter seus dados acessados em interface HTML através do software WebConnector da Bosch Rexroth. É possível, inclusive, alterar remotamente seus parâmetros de atuação via computador ou smartphone.

Também com participação destacada, nossos filtros hidráulicos apresentarão a nova familia de elementos filtrantes Pure Power. Com um design inovador e camadas de filtração de alta eficiência que aumentam a capacidade de retenção dos contaminantes em até 50%, eles têm sua vida útil prolongada, auxiliam no controle de custos operacionais e maximizam a proteção contra os danos causados por contaminantes presentes no fluido – que são fonte de 80% das falhas dos sistemas hidráulicos -, reduzindo o Custo Total de Propriedade (TCO) do sistema e de paradas desnecessárias.

Inteligência Artificial

Em parceria com a IBM, a Bosch Rexroth apresentará também, através do robô TJBot, algumas de suas soluções integradas à Inteligência Artificial Watson. De modo geral, o TJBot opera via sistemas computacionais cognitivos sensíveis a percepções e que reagem a sinais externos e aprendem a fazer algo com excelência através da análise de dados. Os visitantes poderão interagir com o robô e perguntar lhe dados operacionais dos equipamentos da Bosch Rexroth conectados a ele.

É assim que o ODiN, uma tecnologia similar, desenvolvido pela Rexroth para a indústria também estará presente na FEIMEC. O ODiN apresenta métodos de aprendizado de máquina para gerar conhecimento sobre o estado de saúde do equipamento a partir de dados de sensores registrados, para permitir previsões confiáveis sobre o provável tempo de falha – um atributo fundamental dada a adoção crescente das técnicas da Indústria 4.0.

Estação de Montagem

Para apresentar suas tecnologias industriais, a Bosch Rexroth levará também para o evento uma verdadeira linha de montagem, construída com os perfis de alumínioEcoShape – produto desenvolvido pela Rexroth para equipar linhas de produção ou montagem industrial. Ao assumir um posto na estação de trabalho, o visitante poderá parafusar e desparafusar componentes que passam em uma esteira à sua frente, comprovando, na prática, como as ferramentas da empresa são leves e fáceis de manusear, além de possuírem propriedades ergonômicas e muitos outros atributos de performance técnica

Econômicas, precisas, seguras e energeticamente eficientes: as tecnologias de acionamento e controle da Bosch Rexroth movem máquinas e equipamentos de qualquer magnitude. A empresa reúne as experiências mundiais das aplicações nos segmentos de mercado Mobile Applications, Machinery Applications and Engineering and Factory Automation para o desenvolvimento de componentes inovadores e soluções customizadas, de sistemas a serviços.

Acesse: www.bosch.com.br, www.bosch.com, www.iot.bosch.com, www.bosch-press.com, www.twitter.com/BoschPresse 

SCHUNK

FEIMEC 2018 trouxe resultado positivo para a SCHUNK

20% do total de visitantes estavam interessados nos produtos da multinacional.

A última edição da FEIMEC, que aconteceu no final do mês de abril, foi extremante positiva para a SCHUNK que, além de ter seus equipamentos em seu estande próprio, contava com produtos expostos em outros 26 estandes de outros expositores parceiros.

Durante o evento, a empresa recebeu mais de 2.000 visitantes e, deste total, 400 profissionais estavam interessados em produtos da SCHUNK. “O número, de forma geral, parece baixo, mas não é. Sempre frisamos que a FEIMEC é uma feira 100% qualificada e com visitantes que sabem o que querem e estão lá porque precisam dos produtos expostos. Logo, o número é muito expressivo”, exalta o diretor-geral da SCHUNK no Brasil, Mairon Anthero.

Já o coordenador de vendas da SCHUNK, Thales Cortez, mostra que a estrutura do estande da empresa e os equipamentos expostos foram o grande aliado, também, para o sucesso na participação da feira. “Nosso estande, que tinha 100m², contava com 11 móveis expositores, sendo duas células robotizadas simulando aplicações com equipamentos de alta tecnologia da SCHUNK e uma outra exibindo um robô colaborativo com garra SCHUNK Co-act. Tenho certeza que isso foi um grande diferencial para que nossos resultados fossem ainda mais positivos”, finaliza.

SCHUNK apresenta sistemas de tecnologia de fixação 24 V

Com o slogan “inteligente, conectivo e sensível”, a empresa traz os últimos desenvolvimentos para produção inteligente.

A SCHUNK, empresa familiar multinacional alemã, líder competente em sistemas de garras e tecnologias de fixação, espera a mesma animação contagiante, com os lançamentos da FEIMEC 2018 no Brasil, que teve em torno de seu estande na feira internacional SPS IPC Drives no fim de 2017, na Alemanha. Com o slogan “inteligente, conectivo e sensível”, a companhia traz os últimos desenvolvimentos para produção inteligente.

A tecnologia 24 V para sistemas de montagem, em particular, provou ser um grande atrativo ao público. “As discussões com a nossa equipe do estande mostraram que o mercado está realmente contemplando as oportunidades oferecidas por um mundo universalmente de 24 V”, resume o CEO da SCHUNK,  Henrik A Schunk.

Ele está convencido de que ao lado das redes pneumáticas e > 400 V, a tecnologia 24 V será um forte terceiro pilar na automação de montagem. “Houve uma grande surpresa ao redor do stand quando os usuários experimentaram a facilidade com que os componentes são operados e com a flexibilidade e a fluidez que correm ao longo do processo”, informa o empresário.

Potência inteligente de 24 V com certificação PROFINET

Além de o programa 24 V ser o novo padrão de automação de montagem, os visitantes também terão acesso a garra SCHUNK EGL PROFINET.

A primeira garra universal certificada PROFINET com eletrônica integrada reúne potência, diversidade e inteligência. Sua interface PROFINET de alto desempenho cria os pré-requisitos ideais para a regulação do processo em tempo real e o máximo desempenho.

Com o controle integrado e a eletrônica de potência, a garra padrão de catálogo tem todas as características principais para moldar de forma flexível as cadeias de processo e, ao mesmo tempo, monitorar todas as etapas.

A garra SCHUNK EGP-C Co-act é outro destaque, como a primeira garra industrial certificada DGUV no mundo para operação colaborativa. Especialmente em montagem em pequenas peças, isso facilita a colaboração humano-robô e pode ser usada em todos os robôs comuns de aplicações colaborativas: como base, está equipada com a interface certa para co-bots KUKA, FANUC ou Universal Robots. Além disso, as interfaces para outros fabricantes de robôs estão disponíveis mediante solicitação.

Acesse: www.schunk-carbontechnology.com/pt/

A DHALMAR BAURU INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÁQUINAS LTDA.

Apresentou as novidades e lançamentos na FEIMEC 2018 e estende aos leitores da Revista do Aço. Confira, a seguir.

DHC 3D

Máquina automática de CNC para endireitamento e conformação de arames.

Altamente versátil, trabalha com perfil circular e retangular em duas ou três dimensões, por exemplo piatina. Disponível em versões de 3 a 5 eixos CNC, além de diversas opções de ferramentas e acessórios complementares.

De procedimentos precisos e seguros, a máquina pode ser integrada com robô  manipulador, segregador de peças, esteira e outros. É fácil de operar e bastante eficiente. Outros diferenciais são: atende NR12; exibe o desempenho da peça durante a programação; simula em 3D, o que permite prever colisões e erros de programação; permite até cinco eixos controlados por Servomotor; e tem baixo consumo de energia elétrica. Possui display FullHD de 21. Não possui unidade hidráulica.

DHSTP

Máquina semiautomática de solda topo, com acessórios como personalização do ferramental e rodízios para facilitar a movimentação. Permite soldar arames ponta-a-ponta, por exemplo, unindo pontos de peças cortadas, ponta de bobinas e fechando quadros dobrados. Além disso, solda bitolas de 2,5mm a 8mm em aço ATC ou BTC, também pode soldar aço de construção civil CA50/60. Permite operação por pedal, possui ajuste individual da pressão dos atuadores pneumático. Comando de solda de fácil configuração.

DHSTL

Máquina automática ou semiautomática para solda por eletrofusão de arames pré-cortados em telas, quadros ou para solda de travessas, altamente customizável. Larguras de útil 0,8 a 2,5m. Permite solda de telas de arame (barra-barra), arames em quadros (tubo, arame, piatina) e travessas de arame em quadros (tubo, arame, piatina). Atende NR12, é simples de operar e tem baixo consumo de energia elétrica

DHAP

Máquina totalmente automática para aparar pontas de telas e quadros em que os arames a serem aparados serão soldados sobre o quadro-base. É ideal para automação de processos, substituindo aparadoras/rebarbadeiras manuais. Larguras de útil 0,8 a 2,5m. Simples de operar.

Oferecemos serviços de assistência técnica, especializada para todas as linhas de produtos e maquinários Dhalmar; consultoria com atendimento personalizado, demonstrando soluções e apontando melhorias em casos de gargalos de produção; treinamento com constantes atualizações para aprimoramento prático de manuseio e operação das máquinas; e peças de reposição com amplo estoque para máquinas nacionais e importadas.

Acesse: www.dhalmar.com.br ou dhalmar@dhalmar.com.br

LINEPRESS

O lançamento da marca DEXCO foi o grande destaque da participação da Hidracomp na FEIMEC.

Lançou na feira, a marca global DEXCO, para  soluções em centrais elétricas plenamente adaptadas ao mercado e exigências brasileiros, inclusive no custo.

Para esta edição da FEIMEC, a Hidracomp preparou o lançamento de produtos hidráulicos da global DEXCO, com ênfase para as mini centrais hidráulicas e componentes como: Válvulas direcionais, Válvulas proporcionais, bombas de palhetas e pistões. A  novidade é que os produtos da marca vêm já integrados às exigências do mercado nacional e com preços muito mais competitivos.

As mini centrais hidráulicas, são aplicadas em mesas elevatórias, monta-cargas, elevadores, trans-paletadeiras, plataforma de cauda para caminhões, sistema de patolamento para reboque de caminhões, prensas, grampos, fixadores e muito mais.

“Essas unidades têm capacidades de vazões de até 24 litros e pressões de até 250 bar, com design modernos, são muito compactas e versáteis ao montar e desmontar como se fossem um brinquedo de criança”, explica Lélio C. Ferrari, diretor  Comercial da empresa. Para Lélio, a nova marca vai ampliar as competências da empresa com uma marca de alta tecnologia e que  fala a língua do mercado brasileiro, com elevadíssima qualidade  e preços competitivos.

A DEXCO é uma marca focada em automação, composta por empresas de diferentes países, com sinergia entre os departamentos de R&D dessas empresas, favorecendo o desenvolvimento e o sucesso dos produtos.

Sobe a Hidracomp

A Hidracomp está no mercado há 30 anos. Sua área foco é a distribuição de produtos HAWE, YUKEN e DEXCO além de oferecer soluções de automação hidráulica e componentes para sistemas hidráulicos industriais e mobil.

A empresa desenvolve e fabrica blocos ‘manifold’ e ‘subplaca’ de ligação, reforma e modernização de unidades hidráulicas, produz centrais hidráulicas compactas, standard especiais de todas as capacidades e para todos os segmentos industriais, além de uma carteira de clientes que é atendida amplamente para reparos de equipamentos hidráulicos nacionais e importados com padrão de excelência.

As melhores soluções de automação Hidráulica

Bombas Hidráulicas, Válvulas Hidráulicas, Válvulas Proporcionais, Válvulas de Pressão e de Vazão, Componentes Eletrônicos, Unidades Hidráulicas e Minicentrais Hidráulicas.

Sistemas para Minicentrais Hidráulicas, modulares estruturados, permitem agilidade às necessidades dos clientes e abre oportunidades para soluções particulares a partir do produto padrão.

A confiabilidade dos equipamentos está presente em  máquinas  como: elevadores hidráulicos residenciais e automotivos, prensas, mesas elevatórias, equipamentos embarcados em reboque de caminhões, empilhadeiras, docas e muito mais.

Representa as marcas de produtos:

DEXCO*, Hawe e Yuken

Acesse: www.linepress.com.br

HONEYWELL

“Garanta seu a segurança e confiabilidade do seu sistema de Combustão com a Honeywell. Apresentado na FEIMEC, nossos queimadores de fogo direto ThermJet da Eclipse, Honeywell, apresentam a maior velocidade de chama disponível e o menor nível de emissões contra qualquer outro modelo competitivo. Além disso, assim como nossas válvulas de bloqueio (SOV) Maxon, são desenvolvidos com componentes de aço inox para as mais complexas aplicações, podendo trabalhar com combustível agressivos, como o COG. Nossas válvulas de segurança saem da fábrica com teste de funcionamento e estanqueidade, assegurando uma excelente entrega de combustível. Acesse nosso site de soluções para saber mais: https://maxoncorp.com/index.php e https://www.eclipsenet.com/products/thermjet/

Com um sistema revolucionário de integração de segurança configurável e lógica programável para Combustão, o SLATE é facilmente customizado e adaptável para qualquer aplicação comercial ou industral de combustão. O esquema de Universal I/O permite que você escolha como usar cada módulo, e a customizável tela touschscreen permite a fácil experiência do cliente final.

Acesse: https://combustion.honeywell.com/slate

BEARING DATA

O mais completo sistema de equivalência de rolamentos industriais.

Sistema de Equivalência da Bearing Data

Bearing Data é a base de dados de equivalência de rolamentos industriais mais completa e confiável e tem como objetivo ser uma referência global.

Através da Bearing Data, você pode encontrar várias marcas alternativas para a aplicação de seu rolamento, juntamente com a explicação detalhada dos prefixos e sufixos para todas as designações de rolamentos, bem como o material da gaiola.

É possível realizar suas pesquisas simplesmente inserindo a designação do rolamento o qual você deseja encontrar as equivalências e então um relatório objetivo e preciso será gerado.

Facilidade de uso

A ferramenta é de fácil utilização e não necessita de treinamento. Ao inserir as informações referentes ao rolamento, incluindo designação, dimensões, folga, tolerância e fabricante, a Bearing Data fornecerá um relatório detalhado para a sua solicitação. Você também pode fazer pesquisas buscando um tipo especifico de rolamento ou aplicação. Na Bearing Data você encontrará mais de 600 diferentes tipos de rolamentos, com o objetivo de obter a melhor opção para a sua aplicação em particular.

Acesse: www.bearingdata.com

 ARO TRAZ INTERAÇÃO, TECNOLOGIA E AUTOMAÇÃO

A ARO, fabricante global de produtos para o gerenciamento de fluidos em operações industriais e uma marca da Ingersoll Rand, uma variedade de soluções de produtos como bomba de diafragma operada a ar, bombas de pistão, além de filtros, reguladores e lubrificadores (FRLs).

Entre os destaques na feira está a nova bomba de diafragma plástica de 3” (não-metálica) da série EXP. Indicada para aplicações químicas e de processamento de água, é capaz de transferir até 1.040 litros por minuto, o que equivale a um aumento de 47% no fluxo em comparação com a bomba ARO de 2”. A bomba é compatível com todos os químicos, inclusive os mais agressivos e não muda a característica do produto, não cisalha.

As bombas da série EXP têm a opção de serem conectadas ao controlador ARO ou a processos que são monitorados e controlados por sistemas automatizados por PLC’s, supervisórios tipo SCADA e dispositivos de controle remoto. Com isso, a empresa oferece a liberdade de comprar uma bomba padrão, mas mantém a integração adequada com o processo automatizado, caso necessário.

“Nosso excelente relacionamento com os consumidores permite a oferta de projetos personalizados de acordo com as necessidades da indústria. A opção de atualizar as bombas para automatizar o processo é um fator que colabora com a customização dos nossos serviços. Na FEIMEC, nossa equipe de especialistas estará à disposição para esclarecer dúvidas e, também, mostrará ao vivo o funcionamento das bombas”, afirma Cristian Drewes, diretor de vendas da ARO® para a América Latina.

A empresa destaca ainda a linha de bombas de pistão versáteis, que podem ser configuradas para corresponder a uma variedade de aplicações e a linha de componentes pneumáticos para controle e preparação do ar.

As novidades não param e na feira a ARO oficializa também o lançamento do aplicativo ARO® Product Park que exibe bombas de pistão e diafragma de uma maneira nunca vista antes, em que é possível visualizar a bomba por partes, em modo animado, selecionando peças e acessando dados do produto. O APP está disponível na Apple Store, no Google Play Store, e terá versão para desktop em breve.

Acesse: www.arozone.com

MAKINO

A nova plataforma N2 é uma solução compacta de alta produtividade e exige menos que 2,4 m² de espaço de chão de fábrica (incluindo tanque de fluído refrigerante e transportador de cavacos). A produtividade na configuração de cinco eixos é ainda mais elevada, com o acesso dos componentes por cinco lados.

Os movimentos do 4º e 5º eixos possuem acionamento direto (Built in) e estão ancorados em uma carcaça rígida trunion, proporcionando acessibilidade ideal em todas as faces da peça de trabalho, além de melhorar a qualidade e o rendimento das operações.

O spindle HSK-40A de 20.000 rpm acelera a rotação máxima em apenas 0,8 segundo. Este eixo trabalha em conjunto com o eixo Z com aceleração de 1.4G, para produzir com rapidez e precisão as peças com geometrias complexas comuns em componentes de implantes médicos, aerospacial, autmobilistico e autopeças em geral. A estrutura de apenas 2,4 m² de área útil torna a máquina a solução de alta produtividade “tamanho certo” para os desafios de produção em peças de pequeno porte.

O N2-5XA pode trabalhar peças cilíndricas de até 300 mm com altura até 270 mm e peso até 30 kg. Quatro bicos direcionam o líquido refrigerante diretamente para a zona de corte, garantindo uma refrigeração eficiente e melhor qualidade das peças.

Características Técnicas:

Pallet ø 200 mm | Eixo X – 300 mm | Eixo Y- 300 mm | Eixo Z – 230 mm

Eixo A 150 ° (-120 ° ~ +30 °) com Direct Drive

Eixo B 360 ° com Direct Drive | Spindle 20.000 RPM

Velocidade de avanço rápido: 42 m/min (X, Y), 56 m/min (Z) 54.000 graus / min (B)

Avanço de trabalho: 1- 32.000 mm/ min (X, Y, Z) 1-36.000 grasus/min (B)

Peça máxima: 300 mm de diâmetro x 270 mm (com limitações)

Carga máxima: 30 kg | Capacidade ATC 14 (21 opc)

Ferramenta a Ferramenta: 2.5 seg.

Chip a Chip: 4.3 seg.

Comprimento máximo da ferramenta: 150 mm

Diâmetro máximo da ferramenta: 50 mm

Peso máximo da ferramenta: 2 kg

Acesse: www.makino.com

Share.

About Author

Leave A Reply