METALURGIA 2018 reúne Tecnologias em máquinas, produtos e serviços para fundição

0

Metalurgia reúne tecnologias em máquinas, produtos e serviços para fundição.

Feira e Congresso acontecem em Joinville/SC, de 18 a 21 de setembro.

Em setembro, Joinville concentra as tecnologias de ponta em máquinas, equipamentos, matéria-prima e serviços para a fundição na 11ª Metalurgia – Feira e Congresso Internacional de Tecnologia para Fundição, Siderurgia, Forjaria, Alumínio e Serviços. O evento acontece de 18 a 21 de setembro, em Joinville/SC, em um cenário favorável para essa indústria, considerando que o estado de Santa Catarina ocupa a segunda posição no Brasil na produção de ferro fundido e concentra ampla cadeia de fornecedores do setor.

Bienal, a feira é a principal do Brasil realizada nos anos pares e reúne eventos simultâneos como a Plenária da Abifa, o CINTEC Fundição – Feira e Congresso de Inovação Tecnológica e o Espaço dos Especialistas da Engenharia, realizado em parceria com o Portal Aquecimento Industrial. Praticamente todas as grandes empresas do setor no país expõe na Metalurgia, que tradicionalmente recebe visitantes qualificados do Brasil e outros países interessados em negócios e parceiras.

O Brasil ocupa a 7ª posição no ranking internacional de produção de fundidos, a frente de países como Coréia, Itália e França. Mais da metade da produção nacional de fundidos destina-se a indústria automotiva, abastecendo fabricantes de componentes automotores, autopeças e as próprias montadoras de automóveis, caminhões, ônibus e tratores. A Metalurgia é uma realização da ABIFA – Associação Brasileira da Fundição com a organização da Messe Brasil.

Entre osO expositores confirmados destacam-se fornecedores de matérias-primas, sistemas de medição e transporte de materiais, máquinas, equipamentos e serviços, voltados para a automatização de processos e preparo das plantas para a indústria 4.0. “A feira cumpre o seu papel de ferramenta de relacionamento e negócios, consolidando-se como o investimento em marketing B2B mais completo, por possibilitar o contato presencial entre fornecedor e cliente”, destaca Richard Spirandelli, diretor da Messe Brasil.

Congresso de fundição está direcionado aos desafios da indústria 4.0

Um dos temas mais comentados atualmente no meio industrial, em todo o mundo, está no debate central do CINTEC 2018 Fundição. A conferência de abertura “Os desafios da fundição 4.0”, dia 18 de setembro, às 19h, será conduzida pelo consultor Luis Carlos Guedes. O evento é organizado pela Unisociesc e acontece simultâneo a feira.

As palestras técnicas estão divididas por macrotemas e começam com “Novas Tecnologias e Inovação Industrial”, dia 18. Às 16h, Cristiano José Piletti, da ArcelorMittal Vega, apresenta “Indústria 4.0 aplicada à gestão de ativos – Estudo de caso ArcelorMittal Vega”. Às 16h40, Claudio Fernandes de Castro, da Schaeffler Brasil, destaca “Novas Tecnologias no Processo Industrial e a Industria 4.0 – Cases”. Às 17h20, Fernando Mauri, da Inductotherm Group Brasil, aborda “Novas tecnologias no processo de fusão por indução para fundição e a Indústria 4.0”.

O segundo dia (19/09) é voltado para “Eficiência Industrial”. Às 16h, Marcelo Francisco Pinto, da PPI Multitask, aborda “Fazendo acontecer a Indústria 4.0 no Brasil”. Às 16h45, Vicente Marcello Massaroti, da Vtech, apresenta “Novas tecnologias na metrologia óptica aplicadas na produção de peças fundidas, uma visão mundial”. Às 17h30, Luiz Roberto Galhardo Egreja, da 3S Dassault Systems, fala sobre “O renascimento industrial – Desafios e oportunidades no mercado da fundição”. A programação encerra com Marco Aurélio Wobeto Meller, da WEG, destacando “A viabilidade do uso de energia eólica em plantas industriais”.

O último dia do congresso (20/09) é voltado para “Manufatura Avançada”. Às 16h, Ana Carolina Franco, da Elipse Software, apresenta “Novas tecnologias em sistemas supervisionados aplicados a indústria 4.0”. Às 16h45, Camilo Bento Carletti, da Cartepillar, fala dos “Desafios da inserção do conceito de indústria 4.0 no setor de fundição”. Às 17h30, José Retorta Garcia, da ABB, demonstra “Robots Colaborativos e Sistemas de Inspeção”. E a programação encerra às 18h15, com Adrian Lucas Los, da WEG, abordando “Metodologias para redução de perdas em fornos elétricos à indução”.

A programação é complementada ainda por Minicursos. Nos dias 18 e 19, das 8h às 12h, as opções são “Inovações em gestão de sistemas de areia verde no processo de fundição”, com Marcelo Medeiros, Adriano Koerich e Edervaldo Silva, da Calriant, e “Inovações tecnológicas em ferramentas de corte para usinagem de ferros fundidos”, com Aldeci Vieira Santos, da Sandvik. Nos dias 21 e 21, a programação contempla “Aglomerantes químicos de fundição”, com Roberto Lopes Castro, da Foseco, e “Manutenção de fornos a indução e operação em fornos a indução”, com Ademir de Figueiredo, da Inductotherm Group do Brasil.

Share.

About Author

Leave A Reply