title="" />
Revista do Aço

Programa socioambiental Usiminas é premiado em evento da FIEMG

Programa socioambiental Usiminas é premiado em evento da FIEMG

Projeto Caminhos do Vale foi um dos destaques da Semana de Produção e Consumo Sustentáveis, realizada na sede da entidade em Belo Horizonte.

Por inovar ao reunir empresa, poder público e comunidade como parceiros em favor do desenvolvimento socioambiental, o programa Caminhos do Vale, da Usiminas, foi homenageado na última semana com o troféu e a certificação do Banco de Boas Práticas Ambientais da Indústria de Minas Gerais. A iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) e da Fundação Estadual do Meio Ambiente (FEAM) incentiva e divulga o desenvolvimento de projetos voltados para a ecoeficência dos processos produtivos, com uso menos intensivo de recursos naturais e menor degradação ambiental.

A entrega do prêmio foi realizada durante a abertura da “Semana de Produção e Consumo Sustentáveis” da FIEMG, evento que reuniu representantes de entidades do setor, do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, do Pacto Global e de diversas empresas do estado. O gerente-geral de Meio Ambiente da Usina de Ipatinga, Pedro Luís Pereira Ribeiro, recebeu o troféu das mãos do gerente de Meio Ambiente da FIEMG, Wagner Soares Costa, e destacou o orgulho da Usiminas pelo reconhecimento. “A companhia sempre se pautou pelo compromisso junto às comunidades nas quais está presente. Ouvir depoimentos dos beneficiados pelo programa, de que não estão mais isolados ou de que o índice de assiduidade das crianças nas escolas passou para 100% depois da pavimentação das estradas é motivo para todos nós comemorarmos.”

A premiação ocorreu logo após um painel sobre o Caminhos do Vale, em que o coordenador do Grupo de Trabalho Coprodutos da Usiminas, Henrique Hélcio dos Santos, mostrou os principais resultados conquistados pelo programa de coparticipação socioambiental em dois anos de existência. Desde 2015, foram doadas mais de 1 milhão de toneladas de agregado siderúrgico – material originado do processo siderúrgico – para a pavimentação de cerca de 700 quilômetros de estradas rurais no Vale do Aço, beneficiando 650 mil pessoas. “Além disso, como contrapartida à doação feita pela Usiminas para as prefeituras, já foram recuperadas 680 nascentes nos municípios participantes”, comemorou Henrique.

Durante a apresentação, o coordenador despertou uma reflexão sobre a importância e a urgência da adoção de iniciativas sustentáveis por parte de empresas, organizações e da própria sociedade. “Daqui a algumas gerações, provavelmente não seremos lembrados por nossos bisnetos e tataranetos, mas eles certamente sofrerão os impactos das nossas ações”, finalizou.

Sobre Usiminas

Líder e presente em toda a cadeia siderúrgica – da extração do minério, passando pela produção de aço até sua transformação em produtos e bens de capital customizados para o mercado. Possui, hoje, o maior e mais inovador Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em siderurgia da América Latina. Por sua gestão ambiental, foi a segunda siderúrgica do mundo certificada com a ISO14001, gerando maior produtividade com menor consumo. A companhia contribui ainda para o desenvolvimento das comunidades onde atua, por meio do Instituto Cultural Usiminas e da Fundação São Francisco Xavier, oferecendo projetos nas áreas de saúde, educação e cultura. As ações são negociadas nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque (ADR nível I) e Madri.

Compartilhe

Sobre o Autor

Deixe um comentário