Prolata recicla mais de 8 mil toneladas de aço em 2019

Pinterest LinkedIn Tumblr +
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Thais Fagury 1

Thais Fagury

A Prolata, associação sem fins lucrativos criada em 2012 pela cadeia de valor dos fabricantes de latas de aço no Brasil, reciclou 8.059,6 toneladas de aço em 2019 por meio de 51 cooperativas e 37 Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) espalhados pelo país.

Para o meio ambiente, os resultados também são relevantes: no acumulado do ano, a extração de minério de ferro foi reduzida em 9.188 toneladas e a de carvão mineral em 1.241.240 toneladas. Além disso, a emissão de gases do efeito estufa diminuiu em 29.822 m³. Esses números representam 164.247 mil árvores que deixaram de ser cortadas e uma economia de 70% de água na fabricação de novo aço. Desde sua criação, em 2012, a Prolata soma quase 33 mil toneladas de aço reciclado.

Outra ação feita pela Prolata em 2019 foi a implantação dos primeiros PEVs na Baixada Santista. Os PEVs fazem parte da estratégia da cadeia de produção e comercialização de tintas para cumprir todas as etapas da chamada logística reversa, garantindo que as embalagens de tinta vazias possam ser coletadas e recicladas da forma correta, sem serem descartadas no meio ambiente, e gerando valor para toda a cadeia de reciclagem, especialmente para os catadores.

A instalação dos nove postos da Prolata na Baixada Santista faz parte do plano de ação definido no Termo de Cooperação Ambiental celebrado, em novembro de 2018, entre o Grupo de Atuação Especial do Meio Ambiente (GAEMA), do Ministério Público de São Paulo; a Associação Brasileira de Embalagem de Aço (Abeaço), criadora e coordenadora da Prolata; a Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas (ABRAFATI); e a Associação dos Revendedores de Tintas do Estado de São Paulo (Artesp).

Nesse local os consumidores podem entregar latas de aço vazias de tintas e de outros produtos, que são classificadas, separadas e posteriormente enviadas para a siderúrgica parceira do projeto, que as reutilizará como matéria-prima em seu processo de produção de novas chapas de aço. “Hoje o país recicla 47% do aço consumido. Com a Prolata queremos chegar a 60% em 15 anos”, destaca Thais Fagury, presidente da Associação Brasileira de Embalagem de Aço (Abeaço) e coordenadora da Prolata.

Acesse: www.prolata.com.br

1 – presidente da Abeaço e coordenadora da Prolata, participa do Painel II: Experiências de Logística Reversa e Destinação Final de Resíduos de seminário que acontecerá em Brasília

Abeaço destaca case da Prolata em seminário sobre logística reversa e gestão de resíduos

A Associação Brasileira de Embalagem de Aço (Abeaço) fala do case da Prolata no “VIII Seminário O Ministério Público e a Gestão de Resíduos Sólidos e Logística Reversa”, que aconteceu em março, no auditório do edifício-sede do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), em Brasília. O seminário é uma realização da Associação Brasileira dos Membros do Ministério Público de Meio Ambiente (Abrampa).

Thais Fagury, presidente da Abeaço e coordenadora da Prolata, participa do Painel II: Experiências de Logística Reversa e Destinação Final de Resíduos, que será realizado às 11h. Associação que tem como foco a correta destinação de latas de aço para reciclagem, a Prolata foi a primeira entidade gestora para logística reversa de embalagens reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente. Além de contar com mais de 30 Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) em todo o País, a Prolata mobiliza hoje mais de 50 cooperativas de reciclagem. Desde a fundação da associação, já foram coletadas e recicladas mais de 33 mil toneladas de aço.

“Nosso objetivo é criar condições para que a cadeia de reciclagem da lata de aço se complete, envolvendo os fabricantes de latas, fabricantes de produtos, cooperativas, consumidor final e indústria siderúrgica”, explica Thais. Hoje 100% das embalagens coletadas pela Prolata são recicladas por uma única siderúrgica parceira. “Mas estamos buscando mais parcerias na indústria siderúrgica”, diz a executiva.

As inscrições para o “VIII Seminário O Ministério Público e a Gestão de Resíduos Sólidos e Logística Reversa” são gratuitas e devem ser feitas até 9 de março no site https://seminario.abrampa.org.br/inscricoes.php.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Share.

About Author

Leave A Reply